Roteiro de Bares

Uma das peculiaridades de BH em relação a outras capitais é que os bares LGBT daqui não são muito segmentados, especialmente em relação ao gênero. Homens e mulheres, gays e lésbicas, dividem o mesmo espaço.

As opções com mesas na calçada - como os belo-horizontinos adoram - são maioria. Lugares simples, ou descolados, pequenos ou com agito. O cardápio de BH tem para todos os gostos!

AVISO: Por causa da pandemia, alguns estabelecimentos estão fechados e outros funcionam em horários reduzidos.

Anexo do Mercado
Bar popular com mesas na calçada onde a cerveja de 600ml é o item mais pedido. Fica quase ao lado do famoso Mercado Central.
Avenida Augusto de Lima, 864, Centro.
Segunda a sexta, 17h às 2h; sábado e domingo, 10h às 2h.
Baiana do Acarajé
Uma galera enorme se reúne em mesas dispostas no calçadão para tomar cerveja ou caipivodcas.
Rua Antônio de Albuquerque, 440 e 473, Savassi.
Segunda a sexta, 18h à 0h; sábado, 12h à 0h (unidade do nº 473) e terça, 18h à 0h; quarta a sábado e feriado, 12h à 0h; domingo, 12h às 22h (unidade do nº 440).
Bar e Restaurante 12
Cardápio foi todo pensado para harmonizar com os 12 signos do zodíaco neste bar assumidamente LGBT.
Edifício Maletta. Avenida Augusto de Lima, 233.
Quarta e quinta, 17h à 0h; sexta e sábado, 16h à 1h.
Bia's Bar e Restaurante
Frequência de homens maduros.
Avenida Bias Fortes, 1.146, Centro.
Segunda a domingo, 11h à 1h30.
Bombshell
Público hipster com trilha sonora indie, electro e pop.
Rua Sergipe, 1.395, Savassi.
Domingo e segunda, 18h à 0h; terça a sábado, 18h à 1h.
Casa de Matilde
Espaço simples com várias mesas no meio do primeiro andar do Maletta.
Edifício Maletta. Rua da Bahia, 1.148, sobreloja 18.
Quarta a sábado, 17h à 0h.

Parceiros:Lisbon Gay Circuit Porto Gay Circuit
© Todos direitos reservados à Guiya Editora. Vedada a reprodução e/ou publicação parcial ou integral do conteúdo de qualquer área do site sem autorização.